Mato-grossense que veio, aos 12 anos de idade, de Três Lagoas para o internato do Colégio Ateneu de Campinas. Em 1944 ingressou no curso de Engenharia na Escola Politécnica de São Paulo e fez simultaneamente o C.P.O.R., concluindo o curso de aspirante a oficial ainda em época de guerra, e posteriormente tornou-se oficial.
Ao finalizar o curso de Engenharia Civil, em 1948, Bernardino Pimentel Mendes atuou no Departamento de Estradas e Rodagens até 1953, quando já pós-graduado em Engenharia Sanitária, fundou a Construtora Itaporã.
Entre 1959 e 1964, trabalhando como subempreiteiro da Azevedo & Travassos®, ouviu do Engº Francisco Palma Travassos a manifestação de interesse deste em vender sua companhia a alguém que seguramente continuaria uma história. Em outubro de 1964 deu-se a transferência da Azevedo & Travassos® para a Itaporã e, em 1968, houve a incorporação da Itaporã pela Azevedo & Travassos para então continuar a construção desta história.
Bernardino Pimentel Mendes foi homem atuante nas principais entidades de classe, com destaque para o SINICESP (Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo), dois mandatos no Instituto de Engenharia e APEOP (Associação Paulista de Empresários de Obras Públicas), deixando sua marca empreendedora em todas elas.
Engenheiro Bernardino Pimentel Mendes, um homem coerente, de visão de futuro e que desde o início de sua carreira trouxe consigo a preocupação com o desenvolvimento sustentável do país; defensor da redução da tributação, de programas como o Pró-Álcool e das iniciativas e parceiras que investissem na evolução profissional dos colaboradores, como SESI e SENAI. Este era o fio condutor de todas as suas ações e discursos, enxergando sempre à frente do seu tempo. Na construção do acervo da companhia, orgulhava-se das obras de menor porte, porém fundamentais para o desenvolvimento das áreas de saúde e educação, como escolas e hospitais.
Durante todo o seu percurso como engenheiro, empresário e líder de entidades de classe, sempre acreditou que o progresso é uma soma de esforços, do mais humilde ao mais bem sucedido profissional. Construiu sua trajetória acreditando na transparência como elemento fundamental para o resgate da credibilidade e defendendo o interesse coletivo prevalecendo sobre o individual, contribuindo para que o desenvolvimento deixe de ser uma dádiva de poucos.